Dentes do Siso

O nascimento de um dente do siso, apesar de ser um processo natural, muitas vezes pode gerar uma série de problemas e desconfortos. Além de dor, pode ocasionar o apinhamento da arcada dentária, inflamações, cistos, tumores e até lesões cariosas. 

A erupção destes dentes normalmente ocorre entre as idades de 17 a 21 anos, sendo que cada pessoa possui quatro dentes sisos, dois na parte superior da boca  e dois na inferior. 

Descubra um pouco mais sobre o que são esses dentes e o que fazer quando começarem a nascer!

 

O que é um dente do siso?
 

Um dente do siso é aquele que nasce atrás da arcada dentária existente. Eles formam o último conjunto de molares. 

O nome popular “siso” ou “dente do juízo” é conferido devido ao fato de irromperem na boca no final da adolescência ou próximo aos vinte anos, quando o jovem atinge mais maturidade.
 

Problemas relacionados ao siso

Em alguns casos, esses dentes podem ser um trunfo valioso para a boca quando saudáveis e devidamente alinhados, mas na maioria das vezes, eles estão mal posicionados e precisam ser removidos. 

A posição e o ângulo desfavorável para a sua erupção pode causar danos aos dentes adjacentes, ao osso circundante, e aos nervos localizados próximos a ele.

Os dentes do siso também podem estar impactados. Isso acontece quando o dente não consegue nascer ou irrompe parcialmente na boca devido ao seu tamanho e ausência de espaço adequado para a sua acomodação. 

A erupção parcial dos sisos permite uma abertura para a entrada de bactérias ao seu redor, o que pode causar uma infecção que resultará em dor, inchaço e dificuldade de abertura e fechamento da boca. 

Um dente do siso parcialmente irrompido também é mais propenso ao aparecimento de cáries e desenvolvimento de doenças da gengiva devido à sua localização de difícil acesso da escova e do fio dental, resultando em uma saúde bucal precária.

Marque sua Consulta